Notícias e Eventos

Programa de Estágios da ESA tem 100 vagas

PTSpace-Admin on 22 de Novembro, 2019

A ESA está à procura de 100 estagiários. Oferece um ano de contrato, uma bolsa mensal de cerca de €2.300 e, quem sabe, a oportunidade de chegar à Lua.

Com o apoio de Portugal, enquanto Estado-membro, a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla inglesa) está a oferecer a 100 jovens recém-formados a oportunidade de descobrir como Universo pode ser fascinante e como o Espaço pode ter a resposta para alguns dos problemas mais prementes do Planeta.

Fazer parte da ESA é fazer parte da exploração do universo, é trabalhar na conceção, design e construção de satélites e outros veículos espaciais, incluindo robots, ou trabalhar com tecnologias espaciais emergentes para encontrar soluções para alguns dos mais completos problemas sociais. Mas também pode significar fazer parte das equipas que preparam o lançamento das missões científicas da ESA ou que desenvolvem os sistemas para a exploração lunar.

Além de garantir um ano de descoberta, estagiar na ESA pode representar uma rampa de lançamento para a uma carreira no sector aeroespacial em Portugal ou na Europa, institutos de investigação de renome internacional, organizações internacionais ou, claro está, na própria Agência Espacial Europeia.

A ESA está à procura de recém-graduados em Engenharia, Ciência, Tecnologias de Informação, Ciências Naturais/Sociais e gestão e as candidaturas estão abertas até 15 de dezembro.

Veja o que precisa de saber para concorrer.

Como concorrer ao YGT:

  • Conheça aqui as oportunidades do programa
  • Escolha a que melhor se adapta aos seus interesses e perfil — concentre a sua candidatura numa oportunidade que realmente lhe interessa e se enquadre na sua formação
  • Regista-se e crie um perfil de candidato com CV e carta de motivação
  • Com a inscrição entregue, poderá acompanhar o estado da sua candidatura

Quem pode concorrer:

  • Estudantes no ultimo ano de um mestrado na universidade, ou equivalente, recém-formados. Os candidatos devem já ter terminado o seu mestrado no momento em que começarem a trabalhar na ESA.
  • Ser cidadão de um dos seguintes Estados membro da ESA: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Roménia, Suécia e Suíça. Também podem concorrer cidadãos da Eslovénia, enquanto Membro Associado, Canadá, como Estado Cooperante, assim como os cidadãos da Bulgária, Chipre, Letónia, Lituânia e Eslováquia como Estados Europeus Cooperantes.

A Agência Espacial Europeia oferece igualdade de oportunidade e está comprometida com uma política de diversidade, por forma a promover um ambiente de trabalho inclusivo. No caso de ser portador de uma deficiência e necessitar de ajuda com a sua candidatura, por favor, envie um email para contact.human.resources@esa.int.

O que a ESA oferece:

  • Uma rara e valiosa experiência que poderá ser o seu passaporte para uma carreira no sector aeroespacial na Europa, em institutos de investigação de renome e, claro, na ESA
  • Ambiente internacional e multicultural
  • Contrato de um ano
  • Salário de cerca de €2.300 isento de taxas de imposto nos Estados membro da ESA com excelentes condições de trabalho (o valor exato dependerá da localização das instalações da ESA)
  • Despesas de viagem no início e no final do contrato (incluindo as despesas com a deslocação da família se esta ficar a residir com o estagiário)
  • 2,5 dias de férias pagas por mês
  • Cobertura de saúde alargada de acordo com o Sistema de segurança Social da ESA

Mais informações sobre o programa YGT e processo de seleção aqui.

0 comments
Post a comment