Notícias e Eventos

ESA apoia projetos até € 1M para o combate ao Covid-19

cmptspace on 30 de Março, 2020

A Agência Espacial Europeia (ESA) apoia o desenvolvimento de soluções baseadas em tecnologias espaciais que contribuam para combater a pandemia do Covid-19. O concurso para apresentação de projetos até um milhão de euros é lançado formalmente na terça-feira, 31 Março, sendo promovido em conjunto com o Ministério italiano para a Inovação Tecnológica e Digitalização (MID) e conta com o apoio do Governo português através da Portugal Space e da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

O concurso lançado pela ESA destina-se em particular a projetos nas áreas de saúde e educação e deverá, em primeiro lugar, prever a sua aplicação em Itália, o país europeu mais afetado pela pandemia. A 29 de março, Itália registava mais de 98 mil casos de Covid-19, com cerca de 4.000 pacientes em unidades de cuidados intensivos e mais de 10.700 vítimas mortais, de acordo com os dados da adiantados ao final do dia pela Proteção Civil italiana. O país totaliza cerca de um terço do total de 30 mil mortes registadas em todo o mundo, numa altura em que o novo coronavírus já se espalhou por 203 países e infetou perto de 640 mil pessoas.

Sistemas Espaciais no combate ao Covid-19

A Agência Espacial Europeia estimula o desenvolvimento de projetos na área da saúde que incluam diagnóstico remoto; monitorização digital remota; planeamento de recursos médicos; limpeza e desinfeção das áreas afetadas, entre outros. Já no domínio da educação, as prioridades vão para projetos de e-learning e formação remota de professores e alunos, soluções motivacionais de interação social virtual com os estudantes,  e ainda modelos de formação à distância para empreendedores. Em qualquer um dos casos, os projetos deverão recorrer às tecnologias de navegação ou comunicação por satélite e sistemas de observação da terra.

O concurso tem como principal objetivo contribuir para apoiar os cidadãos, profissionais de saúde e o sistema de ensino italianos a lidar com os desafios do surto do coronavírus, podendo igualmente vir a ser aplicados noutros países. É neste contexto que a Agencia Espacial Portuguesa, em colaboração com a FCT, apoiará ainda o desenvolvimento e implementação de projetos específicos em Portugal.

Pretende-se, sobretudo, apoiar serviços de saúde e educativos que ajudem as comunidades no combate ao surto do COVID-19, contribuindo ao mesmo tempo para demonstrar os benefícios da utilização de recursos e tecnologias espaciais nestas circunstâncias extraordinárias.

O concurso será objeto do webinar “O Espaço na resposta ao Covid-19”, com vista ao esclarecimento de dúvidas por parte da ESA. As inscrições estão abertas e o seminário decorre durante a tarde (14h00, hora de Lisboa).

De acordo com os termos do anúncio, a ESA irá comparticipar até 50% dos custos elegíveis (no valor máximo estimado de um milhão de euros), podendo a comparticipação chegar aos 80% no caso das atividades serem desenvolvidas por PME e dependendo do nível de financiamento autorizado pela respetivo Estado-membro. O apoio em Portugal está sujeito a avaliação pela Agencia Espacial Portuguesa e a FCT.

As propostas iniciais devem ser apresentadas até às 13h00 (12h00, hora de Lisboa)do dia 20 de Abril de 2020. Os projetos aprovados nesta primeira fase deverão entregar a proposta completa até ao dia 18 de maio de 2020.

Os interessados devem informar a agência Portugal Space da intenção de apresentar uma proposta o quanto antes.

Mais informações no site da ESA Space Solutions.

Sobre a Portugal Space

A Agência Espacial Portuguesa – Portugal Space, é uma organização privada sem fins lucrativos, criada pelo Governo Português. O principal objetivo da Portugal Space é executar a estratégia “Portugal Space 2030”, promovendo e fortalecendo o ecossistema espacial e a cadeia de valor em Portugal, para benefício da sociedade e da economia, através de uma série de áreas de atuação, nomeadamente a Observação da Terra, Telecomunicações, Segurança Espacial e Transporte Espacial. Pretende ainda que até 2030, Portugal seja amplamente reconhecido como uma autoridade mundial na ciência e na economia da interações Espaço-Terra-Clima-Oceano.

0 comments
Post a comment